Pensa num número

Um inspetor reformado regressa relutantemente ao trabalho a pedido de um antigo colega de faculdade que está perturbado com as mensagens ameaçadoras que tem recebido de um desconhecido, que parece adivinhar os seus pensamentos. Diz-lhe que pense num número e consegue adivinhá-lo de forma inexplicável, dando a entender que conhece os seus pensamentos mais profundos, mesmo os inconscientes. Este é apenas o primeiro de vários enigmas sem explicação aparente que deixam a polícia desconcertada na caça a um genial assassino que parece estar sempre um passo à frente dos seus perseguidores.

Os apreciadores de um bom policial tradicional não vão ficar desiludidos com «Pensa num número», onde encontram uma história bem escrita que encaixa perfeitamente no paradigma deste tipo de literatura. Aqui não falta o incontornável serial killer maquiavélico, que como não poderia deixar de ser se confronta com o inevitável inspetor desiludido em busca de redenção, dando origem a um imaginativo jogo do gato e do rato que só se resolve no apoteótico momento final, após longas páginas de um suspense aflitivo.

“Se alguém te pedisse que pensasses num número, eu sei em que número pensarias. Não acreditas? Vou provar-to. Pensa num número qualquer até mil, o primeiro número que te vier à cabeça. Imagina-o. Repara agora como eu conheço bem os teus segredos. Abre o pequeno envelope”.

Título: Pensa num número

Autor: John Verdon

Editora: Porto Editora

Ano: 2014

número