O Rochedo de Tanios

Vencedor do Prémio Goncourt em 1993, «O Rochedo de Tanios» transporta-nos a uma fascinante e exótica viagem ao Líbano do século XIX, onde a história e a ficção se entrelaçam nas desventuras de um personagem singular, Tanios, que graças a um espírito inquieto e questionador se tornará um estranho entre os seus. As peripécias do destino, aliadas à sua tendência natural para recusar as convenções sociais, levam-no a procurar outros caminhos e a olhar de fora para a sua própria sociedade. A clarividência que este descentramento lhe proporciona traduz-se num bem sedimentado espírito de justiça e misericórdia, o antídoto mais eficaz contra o ciclo de violência e vingança que empesta a sua terra natal.

Mais do que tudo, «O Rochedo de Tanios» é uma obra bela que proporciona o mais puro e simples prazer da leitura. Amin Maalouf transporta-nos nas suas mágicas e subtis palavras a um mundo distante que afinal está tão próximo do nosso. Como Tanios, o leitor olha para dentro e descortina os fundamentos que se escondem nos interstícios do supérfluo.

“Felicidade passageira? Todas elas o são; quer durem uma semana ou trinta anos, choramos as mesmas lágrimas quando chega o último dia, e daríamos a alma para poder chegar até ao dia seguinte”.

Título: O Rochedo de Tanios

Autor: Amin Maalouf

Editora: Difel

Tanios