As noites das mil e uma noites

Naguib Mahfuz, prémio nobel da literatura em 1988 e um dos melhores escritores árabes do século XX, propõe uma sequela das incontornáveis «Mil e Uma Noites» numa obra que ele próprio considera do mais importante que escreveu em toda a sua vida. A história é aparentemente simples. Depois de ouvir as histórias de Xerazade, o Sultão dá-se por vencido e casa-se com ela. No entanto, este gesto inesperado não representa uma mudança genuína na sua forma de ser, que se mantém inclemente e desprovida de empatia. Coloca-se então a questão de saber como ressuscitar a humanidade nesta alma intransigente e cruel.

Mahfuz propõe uma sábia solução. Transporta-nos a um mundo alegórico e fantástico onde o ser humano se despe de todos os artifícios e contempla a sua alma nua. É aqui que a verdadeira transformação se torna possível, a transformação que apenas um bom contador de histórias pode proporcionar àqueles que o escutam com uma mente aberta.

“Uma prova do receio da verdade é que não facilita a ninguém um caminho até ela nem priva ninguém da esperança de a alcançar. Deixa as pessoas a cavalgarem pelos desertos da perplexidade e a afogarem-se nos mares da dúvida. Quem acredita que a alcançou é porque se separou dela, e quem acredita que se separou dela foi porque perdeu o seu caminho. Não se pode chegar a ela sem fugir dela, é ineludível”.

Noites

Título: As noites das mil e uma noites

Autor: Naguib Mahfuz

Editora: Difel

Ano: 1998

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s